sábado, 7 de março de 2015

É DA ALMA QUE NASCE TODA A POESIA - Maria Kuiza Bonini


É da alma que nasce toda a poesia
Que sofre, alegra, chora e encanta
Traduzindo as emoções que irradia
Pelos sonoros versos que nos canta
É da poesia, a mais bela e pura arte
Que exala um raro aroma que inebria
Portando consigo o nobre estandarte
De humanizar um mundo, em agonia
É dessa nobre arte que nos valemos
Para bradar os mais puros sentimentos
Despertando a esperança e ternos alentos
É de mãos dadas e em fraterna trindade
Que se unem a alma, a arte e a poesia
A bailar em nossas vidas, em plena sintonia
***

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Um poema SOBERBO! AMEI

Beijo, bom fim de semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito disse...

Que lindo Irene seu poetar.
Amei amiga querida.
Grande beijo em seu coração e felizes dias da Mulher.

myra disse...

AQUI ESTOU E ESTOU MARAVILHADA!!!!!! LINDO tudo!!!!!!!!!!! E QUE POEMAS...TE ADMIRO!!!!!!BEIJOS

myra disse...

ESTOU AQUI QUERIDA bRANCA E ADORANDO tudo!!!!!!!

Santa Cruz disse...

Irene. Lindo gostei muito de ler.
Beijos
Santa Cruz