domingo, 24 de janeiro de 2016

EU FUI VOTAR

Como sempre fiz desde o 25 de Abril de 1974.

Com os meus 69 anos de idade, não quis deixar de o fazer,

e lamento muito, que haja imensos portugueses que não

exercem um direito que custou muito a concretizar.

Espero estar a poucos dias de deixar de ter como

Presidente da República Anibal Cavaco Silva

em quem nunca votei.

Respeito o cargo, mas o homem deixou muito a

desejar. Tantos anos que ele esteve no poder ora

como Primeiro-Ministro ou nos últimos 10 anos

como Presidente da República, que agora apenas lhe

posso desejar saúde para estar com os seus familiares.


 
(Marcelo Rebelo de Sousa há uns anos com Maria João Avilez)
 
 
E Marcelo ganhou à primeira volta.Não tendo votado nele,
é o Presidente da República de Portugal.
Desejo-lhe saúde e sorte para um mandato de 5 anos.
Pelo menos é um homem mais culto que o anterior.
 

7 comentários:

✿ chica disse...

Tua missão cumprida! Boa sorte! bjs,chica

Cidália Ferreira disse...

Também fui. Mas acho que nada mudará!

beijinhos

Mari-Pi-R disse...

Hay que seguir siempre votando y mas cuando se tiene este gran privilegio.
Que el nuevo gobierno sea lo esperado.
Un abrazo.

Elvira Carvalho disse...

Eu também fui. às 11 da manhã. Desde que há eleições que o faço sempre à mesma hora. Comparo com a anterior e calculo a abstenção.
Um abraço e uma boa semana

Pedro Coimbra disse...

Cavaco estava cansado.
E cansou.
Foram muitos nos na ribalta.
Com muitos disparates e muita gentinha ali à volta que não prestava.
Boa semana

O Árabe disse...

Verdade, Irene! Aqui no Brasil, o voto é obrigatório (o que jamais entenderei, pois o vejo como um direito), e ainda assim muitos se omitem. :( Só pode ser o desencanto com esses políticos! Boa semana, amiga.

Graça Pires disse...

Também fui votar.
Beijo.