sexta-feira, 1 de maio de 2015

Do meu amigo Manauel Marques(Arroz)

Noite...
Abro as janela para que entrem as estrelas
e vejo por toda a parte a sombra do teu vulto
o vento desfolha os meus sonhos...
segue-me a noite e os meus desejos...

Amo a noite
porque é na noite que te amo
a fome que sinto é de ti
na memória do teu corpo
noites sem fim...
Nas minhas mãos vazias continuas
em noites de amor sem o teu corpo
não vem de ti esta tristeza
mas se não sonho
a solidão fá-lo por mim...

2 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso poema!

Beijo e bom feriado

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Santa Cruz disse...

Irene: lindo gostei parabéns ao teu amigo. Bom dia do trabalhador e bom fim de semana.
Beijos
Santa Cruz