terça-feira, 15 de setembro de 2015

Do amigo Manuel Marques de Jesus

Corre-me um rio nos olhos...
Por ti
mudarei a razão das coisas
amor debruçado no silêncio...
tocas-me de tão longe
mas estás em mim...

Não passo um dia sem te desejar
nem uma noite sem te apertar nos meus braços
quero-te
como se fosses
o ar que respiro
preciso de ti ...
Maldita a solidão que me beija
no teu corpo existe o mundo todo
mas hoje
corre-me um rio nos olhos...
Manuel Marques (Arroz)
Ver mais

4 comentários:

✿ chica disse...

Muito linda e tão bem inspirada essa poesia do Manoel tão bem trazida aqui! bjs, chica

Cidália Ferreira disse...

Bom dia minha Amiga.
Parabéns pela escolha do poema. Amei!

Beijo e um dia feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Excelente poema!
Parabéns ao autor, grato pela partilha!
Abraço
Rui

Cristina Sousa disse...

Muito bom seu blog, gostei demais. Beijo carinhoso Cris