quinta-feira, 7 de setembro de 2017

E no meu regresso desejo que os meus amigos/as estejam bem

E por vezes
E por vezes as noites duram meses
E por vezes os meses oceanos
E por vezes os braços que apertamos
nunca mais são os mesmos E por vezes...
encontramos de nós em poucos meses
o que a noite nos fez em muitos anos
E por vezes fingimos que lembramos
E por vezes lembramos que por vezes
ao tomarmos o gosto aos oceanos
só o sarro das noites não dos meses
lá no fundo dos copos encontramos
E por vezes sorrimos ou choramos
E por vezes por vezes ah por vezes
num segundo se envolam tantos anos.
.
David Mourão-Ferreira, em 'Matura Idade'

5 comentários:

Olinda Melo disse...


Olá, Irene

Desejo que tenha descansado e aproveitado belos momentos ao lado da família, em especial do pequeno Daniel.

Adorei ler aqui o poema de David Mourão-Ferreira.
Ele tem razão. Num "segundo se evolam tantos anos".

Bjs

Olinda

Cidália Ferreira disse...

Lindo!

As partidas são tramadas. Que tudo esteja bem consigo.

Beijinhos

✿ chica disse...

Linda poesia e como estás? Foram boas as férias? bjs, chica

Pedro Coimbra disse...

Seja bem regressada.
Bfds

Graça Sampaio disse...

Bem vinda de regresso! E a Irlanda aqui tão perto...

Belíssimo poema de David Mourão-Ferreira! Boa escolha. Embora um pouco deprimente...

Beijinho.