domingo, 14 de agosto de 2016

Texto de Manuela Colaço que subscrevo totalemente

Há enormidades que me deixam estupidificada!
Ontem e hoje, Braga e arredores tem assistido a descargas autênticas, de foguetes e fogo de artifício, sem dó nem piedade!
Aliás estou a escrever estas palavras e em meu redor, só se houve foguetes e mais foguetes, isto desde as 7h da manhã!
Pois meus caros festeiros, comissões, mordomos e etc: considero uma grande FALTA DE RESPEITO e CIVISMO, a vossa atitude, num país que sofreu e continua a sofrer a devastação provocada pelos in...cêndios!
Principalmente para com as pessoas, com foram afectadas e que perderam familiares, bens e animais!
Parabéns às edilidades que suspenderem o lançamento dos fogos (como se diz por aqui), durante e após as suas romarias.
Realmente não existe maior pobreza, que a pobreza de espírito!!
Espero que as vossas demonstrações de pequenos poderios, não originem mais uns quantos incêndios, durante o dia de hoje.
Fica o desabafo, porque também tenho direito à indignação!!

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

De facto dou 100% de razão à Autora do texto. É falta de civismo sim... É não pensar nos outros. É revoltante, tanta gente a precisar de ajuda e estraga-se assim dinheiro. Quando se apela por ajuda, neste momento. Tanta gente a sofrer e ainda lutam contra as chamas.

A meu ver; dado que o País foi brutalmente devastado, todas as festas deviam ser canceladas, na parte de espectáculo. apenas o religioso. Isto, é o que penso. Porque aqui na minha zona, embora "longe" ardeu tudo. :-(

Beijinhos

Pedro Coimbra disse...

Junto a minha voz, ainda que longínqua, ao coro de indignação.
Boa semana

Elvira Carvalho disse...

Pensei que estavam proibidos os fogos. Em Santo André, as festas foram em Junho e não houve nenhuma manifestação pirotecnica. No Barreiro estão a decorrer as festas e ainda não vi nem ouvi, nenhum sinal de fogo.
Um abraço e uma boa semana

Mary Brown disse...

Olá, já há muito que não andava por aqui e parece que tudo se manteve sem alterações. Ainda ontem ouvi um festival de foguetes aqui ao lado e fiz o mesmo comentário: Com o País a arder como alguém se lembra de deitar foguetes e, ainda, como alguém autoriza tal? Há coisas que não se entendem. Beijinhos

Elisabete disse...

Também concordo.
Bjs