segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Fonte: Caras online - fotos: Getty Images

O príncipe William de Inglaterra tinha apenas 15 anos quando a sua mãe morreu num acidente de viação em França e hoje, com 34, confessa que ainda sente a sua falta todos os dias. Durante uma visita a um centro médico que presta serviço especializado na assistência ao domicílio para adultos e crianças, em Luton, Inglaterra, o marido de Kate Middleton mostrou-se sensibilizado com o caso de Ben, um rapaz autista de 14 anos também órfão de mãe. “Sei exatamente o que sentes, eu ainda sinto saudades da minha mãe todos os dias. É normal sentires-te triste e também é normal que não a esqueças. Mas o tempo é um grande aliado”, disse o filho mais velho de Diana de Gales e Carlos de Inglaterra, visivelmente emocionado. Baseando-se na relação que tem com o irmão mais novo, o príncipe Harry, William deixou ainda um conselho a Ben e aos seus três irmãos: “Como vocês são quatro rapazes, deveriam falar muito entre vocês. Nós homens não temos muito jeito para isso, mas é uma das coisas que devemos trabalhar. Falar ajuda muito”.
William é pai de George, de três anos, e Charlotte, de 15 meses, e esforça-se para ser mais presente possível apesar de ter uma vida profissional agitada e deveres reais que cada vez lhe ocupam mais tempo.

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Gostei de ler. Como eu adorava a Diana
Agora o seu filho mais velho, esposa e filhos. Admiro-os muito mesmo. Acho que seguem as pisadas da Mãe.

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Essa falta da mãe é sentida pra sempre.Gosto muito dessa família real.beijos,chica e linda semana!

Arco-Íris de Frida disse...

.

Arco-Íris de Frida disse...

Estranho...parece que meu comentario nao foi...

Pedro Coimbra disse...

Dos dois o mais parecido (fisicamente) com a mãe.
A linda Diana que deixou saudade a muita gente.