quinta-feira, 10 de março de 2016

Resta-me o teu silêncio...

De ti me vem esta melancolia silenciosa
que absorve as minha palavras de dor
em todas as noites entras nas minhas noites...
amo-te meu amor...

Na noite
rodeado de tua ausência
resta-me o teu silêncio...

Manuel Marques (Arroz)

2 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Lindo!!

Beijinhos

Luis Coelho disse...

Palavras que traduzem vida interior.
Gostei demais.