quarta-feira, 15 de julho de 2015

E também o Oceanário de Lisboa "se foi"...

Não é uma venda, mas sim uma concessão:

A Sociedade Francisco Manuel dos Santos, maior accionista do grupo Jerónimo Martins, venceu o concurso de concessão do Oceanário de Lisboa, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo.

Pela concessão de 30 anos a Sociedade Francisco Manuel dos Santos vai pagar 24 milhões de euros, ficando o também obrigado a pagar ma renda anual.

fonte: www.jornal de negócios.

A Sociedade é liderada por José Soares dos Santos(na foto) licenciado em biolígia marítima.


Aquando da inauguração da Expo os portugueses ficaram bem felizes
pelo seu Oceanário, no Parque das Nações. É considerado
um dos melhores do mundo. Não dava prejuízo.
Mas o actual governo do PPD/CDS que tudo quis e quer
entregar ao privado, eis que se lembrou do Oceanário,
que repito não dava prejuízo...Mas isso não lhes interessa.
Não estou contra o Grupo Jerónimo dos Santos, até
porque ainda bem que fica nas mãos de portugueses,
só que não vejo necessidade desta alteração, que salvo
erro entra hoje em vigor.
E se vencerem as próximas eleições o que se segue?
Façam uma lista, depois confiram.
Irene Alves

3 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Não consigo dizer nada.
Parece-me que viramos novas páginas da nossa história.
A seguir...a seguir...
Já pouco importa...Os políticos garantem o seu sustento milionário e aos portugueses oferecem fome, desemprego, deseducação, doenças... e tantos outros desencantos...

Graça Pires disse...

Os anéis já foram. Agora podem começar a cortar os dedos...
Beijo.

Luma Rosa disse...

Oi, Irene!
Talvez os impostos que o governo arrecadará com o arrendo do oceanário seja maior do que o "lucro" ou não prejuízo. Na minha concepção, não acho que os governos devam funcionar como "empresários". Pelo menos aqui no Brasil, tudo o que o governo administra vai de mal a pior. A iniciativa privada paga impostos bem altos e nós não corremos o riscos de desvios de dinheiro.
Aliás, governo para quê?
Beijus,