domingo, 21 de dezembro de 2014

Uma excepção que se justifica


NÃO ME CALAREI

 

 Não consigo perceber porque o povo português é tão

 passivo!....

 

 Dizer que recebemos o subsídio de Natal em duodécimos

 É MENTIRA!!!

 

  Realmente recebi duodécimos, exactamente do mesmo

  valor de 2013...só que em Dezembro de 2013 recebi a

  diferença, entre os 14 meses de duodécimo e a minha

  reforma, quase 300 Euros e este mês não recebi sequer

  um cêntimo!... Para onde foi a diferença?

 

   Os pensionistas e reformados deste país não merecem

   uma carta da Segurança Social a explicar como chegam

    ao valor que nos pagam?

    O silêncio dos partidos políticos da esquerda e da APRE

     leva-me a ter que considerar se votarei ou não nas

     próximas Eleições Legislativas!

     EU AINDA NÃO ESTOU MORTA, POR ISSO REVOLTO-ME!!!

 

  

5 comentários:

manuela baptista disse...

tem todo o direito à indignação, Irene


apesar de tanto pesar, desejo-lhe boas festas

um abraço

Elvira Carvalho disse...

E tem todo o direito a isso.
Aproveito para lhe desejar um Santo e feliz Natal, com muita saúde alegria e amor, junto daqueles que ama.
Um abraço amigo

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Política à parte, agradecendo a sua amizade durante o ano, e antecipando já 2015, desejo.lhe Boas Festas e um Santo Natal!

Beijinho amigo

Olinda Melo disse...


Olá, Irene

Realmente, pelo que nos relata, são contas que ninguém percebe.

Esperemos que 2015 nos traga maior satisfação.

Desejo-lhe um Natal Feliz ao lado dos seus.

Beijos

Olinda

Obtuso disse...

Também me revolto contra estas políticas mas sobre isto e já que a SSocial não explica, permita-me explicar.
Se multiplicar por 11 a reforma mensal que recebe normalmente e se lhe juntar o que recebe em julho... dividindo o total por 14 (meses)...verá que o resultado é a reforma atribuida.
Boas festas daqui